Curadoria de cursos
Metodologia

Metodologia da pesquisa e curadoria de cursos sobre desenvolvimento urbano sustentável e cidades inteligentes.

Inicialmente, a equipe estudou os temas de interesse da pesquisa, a partir de bibliografia, a fim de se familiarizar com as discussões e termos do projeto e embasar a pesquisa de campo.

Na sequência, foi construído e testado o instrumento de coleta de dados: um formulário de observação estruturado, com cerca de 50 variáveis para catalogação dos cursos. A partir dessas primeiras aplicações do formulário, foram definidos os seguintes critérios de seleção de cursos para a pesquisa:

  • cursos de pós-graduação e cursos livres (ou seja, foram excluídos os cursos de graduação); 
  • de instituições nacionais ou internacionais;
  • cursos oferecidos em português;
  • cursos oferecidos a partir de 2000.

Os dados foram coletados, considerando-se os tipos de instituições que oferecem os cursos (pública, privada, fundações de apoio, órgãos governamentais, organizações sociais, entidades de educação popular, movimentos sociais e associações profissionais e representativas). Dessa forma, a depender do tipo de instituição, o ponto de início foi variado. Por exemplo, a pesquisa dos cursos pode ter tido início numa listagem (por exemplo, das universidades federais) ou numa pesquisa por palavras chave na internet, derivando daí, num segundo momento, para cursos encontrados em decorrência dessas pesquisas iniciais. Elas foram complementadas também pela divulgação nas redes sociais e indicações de cursos afins, caminhando de forma gradativa ao longo do tempo.

No decorrer deste processo, o banco de dados foi sendo moldado com a inclusão e supressão de variáveis, o que se estendeu até a consolidação de um banco de dados para fins de análise. Como primeiro resultado, a busca realizada encontrou um total de aproximadamente 270 cursos. Em um segundo momento, foram identificados outros 350 cursos de extensão, cadastrados no portal e-Mec (https://emec.mec.gov.br/), que após análise e filtragem foram incluídos no banco de dados geral. 

Após o processo de coleta de informações, foi realizado o tratamento do banco de dados para padronizar as respostas, excluir as variáveis pouco significativas e tratar as variáveis de modo que permitissem a análise dos dados. Foi realizada também uma checagem dos cursos com poucas informações ou daqueles duplicados, com a exclusão e inclusão de novos cursos. 

Como resultado final obteve-se um banco de dados com 611 cursos de pós-graduação (lato e stricto sensu), cursos de extensão e cursos livres, nas áreas de desenvolvimento urbano sustentável e cidades inteligentes. Esse banco de dados traz um panorama atual dos cursos sobre essas temáticas no Brasil.

Clique aqui para acessar o relatório completo da curadoria dos cursos. 

Compartilhe esta página.